Prevenir e eliminar Bolas de Pelo

Os gatos são sem dúvida muito cuidadosos na limpeza e higiene pessoal. Além de necessitarem de viver em ambientes limpos e cuidados (a começar pelo WC), têm também muito cuidado com o seu pelo, sendo normal os gatos tratarem da sua higiene pessoal – lambendo o pelo sistematicamente.

Mas esta vaidade tem um preço: as bolas de pelo.

Os gatos utilizam a língua para manter pelo limpo. Usam-na, também, caso existam, para afastar parasitas como pulgas ou carraças. A este ritual do gato chamamos muitas vezes de “banho”. A cada lambidela, os gatos absorvem pelo para o seu sistema digestivo, uma vez que a sua língua é áspera e não conseguem expelir o pelo que fica agarrado. O pelo absorvido vai sendo processado e maioritariamente deitado para o exterior pelas fezes. Contudo, isto nem sempre acontece!

Os gatos chegam a tossir e a vomitar tricobezoares – as bolas de pelo que se formam no estômago ou intestinos.

Mas, não pense que vomitar bolas de pelo é excessivamente grave. É pior o animal não conseguir livrar-se das bolas de pelo. Fique atento a alguns sintomas como a falta de energia ou a perda de apetite. É fundamental que os ajudemos. Apesar da sua larga independência, podem mesmo precisar da nossa ajuda.

Por isso, deixamos abaixo algumas dicas de como prevenir ou eliminar bolas de pelo.

 

Como prevenir e eliminar bolas de pelo

Na maior parte dos gatos, há mais incidência para formação de bolas de pelo durante as épocas da muda de pelo, quando este se encontra em queda regular. Em casos extremos de formação de bolas pode ser recomendável que nesta fase tosquie o pelo do gato, eliminando por completo e de imediato todo o pelo morto.

Em gatos com o pelo longo é necessário ter cuidados redobrados com as bolas de pelo. Por isso aconselhamos a escovar diariamente o pelo do gato, evitando assim, excesso de pelo morto solto no seu corpo que irá certamente parar ao estômago se não for removido a tempo.

A alimentação do gato, pode também, dar uma ajuda. Existem rações especificas, ricas em fibra, que vão ajudar o processamento do pelo que o gato ingere ao longo do seu dia-a-dia.

A erva pode ser também um bom aliado na prevenção das bolas de pelo. Deve com alguma regularidade brindar o gato com um tabuleiro de erva adquirida em lojas de especialidade.

Este tipo de erva (Erva Gateira) cresce em poucos dias em ambientes fechados. Além de facilitar a eliminação do pelo ingerido impede bloqueios intestinais.

Deve dar suplementos com fibra insolúvel que estimulam a motilidade intestinal e facilitam a eliminação das bolas de pelo através das fezes. Pode optar por Pasta de Malte que produzem um efeito laxante e ajudam na expulsão das bolas de pelo de dentro do organismo.

 

As bolas de pelo continuam?

Se depois destes conselhos as bolas de pelo persistirem no seu companheiro de quatro patas é necessário ouvir a opinião de um veterinário.

Não perca tempo, a saúde do seu patudo pode estar em risco.

 

Produtos recomendados:

Pasta de Malte:
Pasta de Malte Trixie
Malte Tabergat
U-Vita Malte para Gatos
Malte Pro Immun
Malte Catmalt
Malte Defurr-UM Plus

Erva:
Erva para Gato Camon
Erva para Gato Padovan

Alimentação:
Royal Canin Hairball
Advance Gato Hairball

Escovas:
Cardadeira Le Salon
Escova FURminator
Cardadeira Dupla Le Salon

1 Comment

  1. Maria ramos Reply

    O que eu li está tudo certo mas tenho um gatinho de 3meses e gostaria de saber se posso dar a pasta de bola de pelo ele lavasse muito e já vomitou obg

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *